quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

História da Liga das Américas

The History of the Fiba Americas League, Basketball
História de la Liga de las Americas de Baloncesto

A FIBA Americas organizou a Liga das Américas como anseio para ter um representante do continente no projeta de um novo Mundial de Clubes. Enquanto não via a competição mundial sair do papel, a Liga cresceu e se desenvolveu.

A primeira edição teve os quatro quadrangulares da Primeira Fase entre dezembro de 2007 e janeiro de 2008. O Quadrangular Final foi em fevereiro de 2008. A idéia original era ter sempre 8 equipes da América do Sul e 8 equipes das Américas Central e do Norte.

Assim foi organizada a 1ª Liga das Américas. Eram 8 sul-americanos: 3 argentinos, 3 brasileiros, 1 uruguaio e 1 chileno. E 8 centro-norte-americanos: 3 mexicanos, 2 portorriquenhos, 1 dominicano e 2 times da Premier Basketball League, uma liga secundária dos Estados Unidos.

Mas a tentativa de ter equipes de ligas menores dos EUA não passou da primeira edição. A partir de então ficou difícil manter a paridade 8+8 entre os Hemisférios Sul e Norte, tendo-se, para manter o torneio com 12 equipes, que aumentar a quantidade de equipes do Brasil, da Argentina e do México.

Para 2013, um novo modelo foi testado, uma integração entre a Liga Sul-Americana e a Liga das Américas, na qual os dois primeiros colocados de cada um dos quatro grupos da Primeira Fase da Liga Sul-Americana classificavam-se para a Liga das Américas. Foram 16 equipes jogando a Liga Sul-Americana e lutando para estar na Liga das Américas: 4 da Argentina, 4 do Brasil, 2 do Uruguai, 2 da Venezuela e Chile, Equador, Bolívia e Peru com 1 representante cada. Os 8 classificados se encontrariam com os times das Américas Central e do Norte. Mas os argentinos desistiram por incompatibilidade de datas com seus play-offs, e os venezuelanos mandaram os dois times do Jogo das Estrelas de sua liga, ao invés de duas equipes; o torneio ficou com só 12 equipes.

Participantes e Campeões da Ligas das Américas

2008

Peñarol de Mar Del Plata
Pablo Rodríguez, Quincy Wadley, Juan Locatelli, Jason Osborne e Román González.
Téc: Sérgio Hernández

Estrangeiros do campeão: Quincy Wadley e Jason Osborne, ambos dos EUA.

MVP: Quincy Wadley


2009

Universo Brasília
Valtinho, Alex Garcia, Arthur Belchor, Márcio Cipriano e Estevam.
Téc: Lula Ferreira

Estrangeiros do campeão: nenhum

MVP: Alex Garcia


2010

Peñarol de Mar Del Plata
Pablo Rodríguez, Kyle LaMonte, Marcos Mata, Léo Gutiérrez e Martin Leiva.
Téc: Sérgio Hernández

Estrangeiros do campeão: Kyle LaMonte, dos EUA

MVP: Kyle LaMonte


2011

Regatas de Corrientes
Carl Edwards, Javier Martínez, Ramzee Stanton, Federico Kammerichs e Eduardo Villares.
Téc: Fabio Demti

Estrangeiros do campeão: Carl Edwards e Ramzee Stanton, ambos dos EUA, e Javier Martinez, do Paraguai.

MVP: Federico Kammerichs


2012

Pioneros de Quintana Roo
Pedro Meza, Christopher Hernández, Robert Hornsby, Michael Williams e Ikechukwo Ofoegbu.
Téc: Josep "Pep" Clarós

Estrangeiros do campeão: Robert Hornsby e Michael Williams, ambos dos EUA, e Ikechukwo Ofoegbu, da Nigéria. Chris Hernández é norte-americano, filho de mexicana, tendo dupla nacionalidade. O treinador, Pep Clarós, é da Espanha.

MVP: Chris Hernández


2013


Pinheiros
Joe Smith, Shamell Stallworth, Márcio Dornelles, Rafael Mineiro e Bruno Fiorotto.
Téc: Cláudio Mortari

Estrangeiros do campeão: Joe Smith e Shamell Stallworth, ambos dos EUA, e, no banco, Guillermo Araujo, do Paraguai.

MVP: Shamell Stallworth


2014

Flamengo
Nicolás Laprovittola, Marcelinho Machado, Marquinhos, Olivinha e Jerome Meyinsse.
Téc: José Alves Neto

Estrangeiros do campeão: Nicolás Laprovittola, da Argentrina, e Datona Tony Washam e Jerome Meyinsse, ambos dos EUA.

MVP: Marcelinho Machado

Veja também: Pela 1ª vez na história, final da Liga das Américas foi entre 2 times do mesmo país


2015

Bauru
Ricardo Fischer, Alex Garcia, Robert Day, Murilo Becker e Rafael Hettsheimeir.
Téc: Jorge Guerra, "Guerrinha"

Estrangeiros do campeão: Larry Taylor (naturalizado brasileiro) e Robert Day, ambos dos EUA.

MVP: Alex Garcia


2016

Guaros de Lara
Tyshawn Taylor, Zachary Graham, Damien Wilkins, Luis Bethelmy e Néstor Colmenares.
Téc: Néstor "Che" Garcia

Estrangeiros do campeão: Tyshawn Taylor, Zachary Graham e Damien Wilkins, todos dos EUA.

MVP: Damien Wilkins


2017

Guaros de Lara
Heissler Guillent, Zachary Graham, Lazar Hayward, Luis Bethelmy e Gregory Echenique
Téc: Jorge Arrieta

Estrangeiros do campeão: Zachary Graham e Lazar Hayward, ambos dos EUA.

MVP: Zachary Graham



2018

San Lorenzo
Nicolás Aguirre, Dar Tucker, Marcos Mata, Gabriel Deck e Javier Justiz Ferrer
Téc: Gonzalo Garcia

Estrangeiros do campeão: Dar Tucker (EUA/Jordânia) e Javier Justiz Ferrer (Cuba). No banco, ainda havia Joel Anthony, do Canadá, pivô ex-NBA.

MVP: Gabriel Deck


Nenhum comentário:

Postar um comentário